A #Rede agora faz parte do PSB?

Não. A #Rede não está subordinada ao PSB. Ao se coligar, por meio da filiação democrática de alguns de seus membros, a #Rede se afirma como partido autônomo, em uma relação que valoriza visões em comum, programáticas, e na qual as identidades de cada partido serão preservadas.

Como foi construída a coligação da Rede Sustentabilidade com o PSB?

O objetivo central da aliança entre a #Rede e o PSB é aprofundar a democracia e construir as bases para um ciclo duradouro de desenvolvimento sustentável, os dois pilares da verdadeira soberania nacional. Essa união será construída a partir de uma base programática e da busca de uma nova política.

Sabemos que não será fácil e há muitas incertezas envolvidas que só serão superadas com a participação efetiva da militância da Rede. Mas sabemos também que o PSB é a força política que mais oferece condições para, junto com a REDE, oferecer uma resistência aos retrocessos na democracia, na cidadania, na economia e no meio ambiente.

Em conjunto, vamos construir um programa comum, que atenda as nossas principais demandas: aprofundamento da democracia; manutenção dos avanços sociais e econômicos dos últimos anos e a sustentabilidade no eixo da agenda estratégica de desenvolvimento. A convergência programática entre a #Rede e o PSB será desdobrada num calendário que leve a discussão à sociedade, que precisa ser a real balizadora do processo.

As coligações estaduais seguirão a coligação nacional?

Tentaremos manter as coligações estaduais dos dois partidos. É esperado que ocorram entretanto circunstâncias locais onde esta aliança se demonstrará inviável. Nestes casos a Rede adotará um posicionamento independente, apoiando a coligação nacional, mas realizando a tática eleitoral que for adequada ao nosso programa, valores e princípios.

O que é a Filiação democrática?

A filiação democrática e transitória é uma tradição brasileira nas situações em que correntes políticas são impedidas de se organizar formalmente e de participar com sua própria legenda dos processos políticos e eleitorais.

A coligação programática entre a #Rede e o PSB se dá nacionalmente, com a possibilidade de filiações democráticas e transitórias para a disputa eleitoral de 2014, preservando a identidade dos dois partidos. Onde cada um respeita a sua personalidade própria e se dispõe a um diálogo para um objetivo comum. Temos a plena convicção que somos um partido, pois temos um programa e base de representação social, nos constituímos em um processo que visa aprofundar a discussão pelo desenvolvimento sustentável e democratização da democracia.

Como fica a Rede? Ou qual o futuro da Rede Sustentabilidade?

A Rede mantém seu firme propósito de superar velhos hábitos e vícios da política brasileira e fortalecer seus princípios e valores. Sua militância e suas lideranças continuarão comprometidos com o objetivo de constituição e organização do partido e Marina Silva continua sendo representante e porta-voz da Rede, mesmo tendo se filiado ao PSB.

Vamos retomar as coletas de assinaturas e nos preparar para o momento da legalização, organizando nossos diretórios, coletivos e núcleos nos estados, aprofundando as discussões do programa do partido e levando nossa mensagem em todo o País.

Quais são as ações da Rede daqui para frente?

Como somos um partido de fato, vamos iniciar o processo de filiação à Rede, mesmo não tendo o registro do TSE. É uma filiação de caráter político, mas com todas as prerrogativas, direitos e deveres previstos no Estatuto. Vamos realizar encontros estaduais e regionais, constituir Diretórios nos 27 Estados e em inúmeros Municípios.

Além disso, a Rede Sustentabilidade tem uma contribuição singular para Democratizar a Democracia e para construir o Desenvolvimento Sustentável. Por isso, vamos discutir o Programa de Governo e fortalecer a Coligação Democrática com o PSB e procurar participar ativamente das próximas eleições.

Envie sua sugestão para a #Rede, reporte um problema ou deixe um elogio

Lançamento dos candidatos da Rede em São Paulo

REDE lança candidatos em São Paulo com presença de Eduardo e Marina

Rede Sustentabilidade

28 de julho de 2014

Os candidatos a presidente e vice Eduardo Campos e Marina Silva estiveram presentes nesta sexta (25) no lançamento das candidaturas proporcionais da Rede de São Paulo. Eduardo Campos rebateu as críticas recentes contra as propostas que vem levantando na campanha e reforçou que elas são viáveis e que, quando se quer, é possível realizar. Campos […]

Marina Silva discursa durante convenção do PSB, que oficializou a candidatura dela e Eduardo Campos

“O pesado bastão da leveza”, por Marina Silva

Rede Sustentabilidade

28 de julho de 2014

Dias de luto para o Brasil. Em uma semana perdemos João Ubaldo, Rubem Alves e Ariano Suassuna, grandes escritores, grandes brasileiros. É, este ano de 2014, nos deixando com mais saudades e menos chão, que já tinha levado Rose Marie Muraro, Eduardo Coutinho, Jair Rodrigues, José Wilker, Paulo Goulart, Gabriel Garcia Marques, Nelson Ned, Paco […]

logo-rede

Nota da Rede sobre o uso da imagem de Marina Silva em materiais de campanha

Rede Sustentabilidade

25 de julho de 2014

A Rede Sustentabilidade estabeleceu uma aliança programática com o PSB, PPS, PPL, PHS e PRP em torno da candidatura de Eduardo Campos e Marina Silva para a Presidência do Brasil. Essa aliança não se reproduz automaticamente em todas as eleições para os governos estaduais, havendo Estados em que esses partidos apoiam candidaturas diferentes. Portanto, o […]

logo rede

Evento lança candidaturas proporcionais da Rede Sustentabilidade de São Paulo

Rede Sustentabilidade

25 de julho de 2014

Acontece nesta sexta-feira, 25, o lançamento dos candidatos sustentáveis da Rede do estado de São Paulo. Batizado de “Rede de Sonhos para São Paulo e para o Brasil”, o evento terá intervenções culturais. O encontro começa a partir das 20h30, na sede estadual do partido, no bairro da Liberdade, zona sul. O evento ainda contará […]

“Liderança, espaço e cidadania”, por Rafael Boff

Rede Sustentabilidade

25 de julho de 2014

Dizermos que há uma crise de líderes mundiais é algo quase que redundante. Há muito que não temos grandes e frondosos guias, aqueles que arrastam pelo exemplo, postura e vivência do que dizem. A máxima de que “faça o que eu digo, não faça o que eu faço” é coisa de chefe. Já o líder […]

Rafael Boff foto perfil candidato Tocantins

Rafael Boff: candidato jovem e sustentável para o Tocantins

Rede Sustentabilidade

25 de julho de 2014

Candidato a deputado federal da REDE no Tocantins, o engenheiro ambiental Rafael Boff quer que sua candidatura seja um contraponto à agropecuária predatória, que não se preocupa com nada além do lucro. “Nada contra os pecuaristas, mas contra essa postura de romper fronteiras a qualquer custo, sem pensar no futuro”, afirma. “No Tocantins, que é […]

logo-rede

Executiva Nacional da REDE manifesta apoio ao candidato Renato Casagrande no Espírito Santo

Rede Sustentabilidade

25 de julho de 2014

A Rede Sustentabilidade sempre defendeu a construção de candidaturas estaduais próprias do PSB e que expressassem as propostas do projeto nacional representado pela candidatura de Eduardo Campos e Marina Silva. Considerando o contexto político no estado do Espírito Santo e por entender como necessária uma candidatura aliada ao projeto nacional, a Comissão Executiva Nacional da […]

Marina Silva fala em mesa da Reunião Anual da Sociedade Brasileira Científica SBPC em Rio Branco Acre

“Governo será parceiro da comunidade científica”, diz Marina

Rede Sustentabilidade

25 de julho de 2014

Marina Silva, candidata à Vice-Presidência da República, afirmou que o governo da Coligação Unidos pelo Brasil atuará como um parceiro da comunidade científica. Só assim será possível mudar a situação atual, na qual “muito do conhecimento produzido pela academia fica na prateleira”, disse a ex-senadora em palestra na 66ª Reunião Anual da SBPC (Sociedade Brasileira […]

logo-rede

Nenhum retrocesso dos direitos democráticos deve ser permitido!

Rede Sustentabilidade

24 de julho de 2014

Nós, da #Rede Sustentabilidade, manifestamos em diversas notas, desde o início dos protestos em junho de 2013, nossa preocupação com a reação do Estado brasileiro às legítimas manifestações democráticas e autorais que invadiram as ruas do nosso País. Da mesma forma, demonstramos nossa contrariedade às manifestações violentas que afastaram muitos cidadãos da luta por um […]

demarca

Novo relatório sobre violência contra indígenas aponta aumento de suicídios no MS

Rede Sustentabilidade

24 de julho de 2014

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) lançou na última quinta-feira (17), na sede da CNBB, o relatório ‘Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil’ que compila dados de violência cometida contra indígenas durante o ano de 2013. Para ler o relatório na íntegra, clique aqui. Um dos dados mais alarmantes revelados pelo documento é a ocorrência […]