Nota Conjunta da Executiva Estadual da REDE/Amapá e da Executiva Nacional da REDE Sustentabilidade

Nota Conjunta da Executiva Estadual da REDE/Amapá e da Executiva Nacional da REDE Sustentabilidade

A Executiva Estadual do Amapá e Nacional da REDE Sustentabilidade vêm a público manifestar preocupações com o processo de sucessão à prefeitura de Macapá – AP, expondo os pontos a seguir:

  1. No estado do Amapá a REDE tem construído algumas de suas mais importantes conquistas no Brasil. Mesmo antes de se constituir como partido político, a eleição de Randolfe Rodrigues para o Senado, em 2010, e a conquista da prefeitura de Macapá, em 2012, por Clécio Luís, estão na origem dessa trajetória de sucesso. Já como filiados da REDE, Clécio foi reeleito, em 2016, e Randolfe reconduzido ao Senado, em 2018, ambos com expressivas votações;
  2. Essas conquistas derrotaram um grupo político que se mantinha no poder, por meio dos tradicionais métodos da velha política, com diversos e comprovados casos de corrupção, gerando esperança de um novo caminho a ser trilhado no Amapá;
  3. Para a REDE, garantir que, nas eleições de 2020, a Prefeitura de Macapá permaneça nas mãos de um político ético e comprometido com o interesse público é vital para a continuidade desse caminho virtuoso, que tão bons frutos tem dado até aqui;
  4. A REDE, igualmente, avalia que nas eleições deste ano, é imperativo organizar, em todo o país, um amplo campo democrático e progressista para se contrapor ao retrocesso neofacista que tem infelicitado o país, sob a presidência de Jair Bolsonaro;
  5. Em fevereiro deste ano, a REDE Sustentabilidade do Amapá escolheu, por unanimidade, Rubem Bemerguy como seu pré-candidato à sucessão de Clécio Luís. Tal escolha teve como objetivo dar continuidade ao excelente trabalho realizado pela REDE na administração de Macapá, tendo à frente o Prefeito Clecio Luís, apoiado por nossa bancada municipal, nosso deputado estadual e também pelo destacado trabalho do Senador Randolfe Rodrigues, na capital e em todo o Estado.
    O lançamento da pré-candidatura de Rubem aconteceu em um concorrido evento público, que teve a presença de representante da Executiva Nacional, causando surpresa a todos o não comparecimento do prefeito de Macapá;
  6. A Direção da REDE, seus filiados e eleitores, estão estranhando o processo de aproximação que segmentos conservadores e representantes da velha política no Amapá, a exemplo de Waldez Góes e seus aliados, bem como de partidos e políticos ligados umbilicalmente ao governo e pensamento bolsonarista, têm direcionado ao prefeito Clécio Luiz. É importante destacar que, nas últimas eleições, os eleitores de Macapá, de forma majoritária, derrotaram essas forças conservadoras, apostando em uma nova forma de fazer política e em uma gestão democrática e participativa, representadas pelos quadros da REDE;
  7. A REDE reafirma seu compromisso ao lado das forças democráticas e progressistas, em contraposição ao conservadorismo e ao neofascismo, personificados pelo governo Bolsonaro e seus aliados. As alianças políticas e eleitorais, nas eleições municipais deste ano, não estão dissociadas do processo político nacional. Em Macapá, a REDE ratifica seu apoio à pré-candidatura de Rubem Bemerguy, que representa a continuidade de uma gestão democrática e sustentável, comprometida com políticas públicas voltadas ao interesse da população. Ao mesmo tempo, o partido continuará envidando esforços para assegurar a unidade do campo democrático e progressista, conclamando suas lideranças a não caírem na cantilena das forças conservadoras e fisiológicas, que pretendem nos dividir, na tentativa de voltar a gerir a prefeitura de Macapá. Temos convicção de que os macapaenses impedirão esse retrocesso, pois sabem do enorme prejuízo que uma eventual volta desses políticos à prefeitura causaria às políticas públicas inclusivas e aos avanços e conquistas implementados na gestão da REDE.

Executiva Estadual da REDE/Amapá
Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade

Fechar Menu