site4-03

REDE divulga ações e organiza eventos para seu Abril Indígena

Rede Sustentabilidade 20 de abril de 2017

Share on Facebook75Tweet about this on TwitterShare on Google+0

A Rede Sustentabilidade preparou uma série de atividades dentro da sua ação denominada Abril Indígena, que lembra do Dia do Índio, comemorado nesta quarta-feira, 19 de abril. Dentro das iniciativas organizadas pelo partido, estão a divulgação de reportagens sobre o tema, realização de debates com a militância, participação de eventos voltados às questões indígenas e ações dos parlamentares para manter o assunto em evidência. A finalidade é chamar a atenção da sociedade contra retrocessos que vêm ocorrendo e, ao mesmo tempo, reafirmar os direitos desses povos que não são devidamente cumpridos.

As ações serão promovidas ao longo de todo este mês em diversas frentes, organizadas por um Grupo de Trabalho criado pela Comissão Executiva Nacional da REDE especialmente para consolidar e viabilizar essas iniciativas. As atividades começaram nesta semana, com a veiculação das entrevistas com a de Ramon Souza Santos, o cacique Ytajibá, e da coordenadora do Programa de Política e Direito do ISA (Instituto Socioambiental), Adriana Ramos. As atividades prosseguem até o fim de abril.

“É uma forma de reiterar os princípios da REDE de defender os povos indígenas que têm direitos constitucionalmente assegurados, mas não são devidamente cumpridos como deveriam. Nossa ação também é importante para combater propostas que retrocedam os avanços conquistados pelos índios”, avalia Julio Rocha, coordenador de Finanças da Executiva Nacional um dos principais responsáveis pelo GT. Além dele, a coordenadora de Comunicação do partido, Gisela Moreau, também está à frente desse grupo.

A programação do Abril Indígena da REDE continua durante a semana com a divulgação de novas reportagens sobre o tema. Ainda nesse período, o líder da bancada do partido na Câmara, deputado João Derly (RS) irá abordar os direitos dos povos indígenas em plenário para chamar a atenção dos demais parlamentares. A ideia é alertar sobre a atuação da bancada ruralista contra as questões dos índios e contra os projetos que causam retrocessos, como a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 215/2000. O projeto quer transferir a prerrogativa de demarcações de territórios para o Legislativo.

Roda de conversa e sessão solene
O GT também promove na próxima quarta-feira, 26 de abril, uma roda de conversa que vai discutir a política indígena, sustentabilidade e a afirmação de direitos desses povos. Aberto aos filiados e simpatizantes do partido, o debate será realizado a partir das 19h na sede nacional do partido, em Brasília (DF), e transmitido por meio de um hangout pela plataforma Adobe Connection.

As atividades prosseguem no dia 28 de novembro. A partir das 10h, a Câmara Legislativa do Distrito Federal realiza uma sessão solene em homenagem aos povos indígenas do brasil. O evento será promovido graças a uma iniciativa do deputado distrital da REDE Chico Leite. O encontro contará ainda com lideranças indígenas e da sociedade civil, além de autoridades.

Também nessa data, integrantes da Executiva Nacional da REDE marcam presença na solenidade de encerramento da 13ª edição do Acampamento Terra Livre, que será organizado pela APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil a partir da próxima segunda-feira, 24 de abril. O encontro deve reunir mais de 1.500 lideranças na maior mobilização realizada no país para debater a questão do índio. O evento tem o objetivo de unir a luta dos povos num esforço de impedir retrocessos em relação aos direitos indígenas.

Durante quatro dias, participantes de 230 povos existentes no Brasil transformarão a capital federal em uma grande aldeia para discutir e se posicionar sobre a violação dos direitos constitucionais e originários dessas comunidades. Outra finalidade é buscar formas de lutar contra as políticas anti-indígenas cometidas pelas autoridades brasileiras.

Share on Facebook75Tweet about this on TwitterShare on Google+0