desafio-nacional-23

Primeira meta do Desafio Nacional é levar Ficha Limpa para todos os municípios do Brasil

Rede Sustentabilidade 10 de agosto de 2017

Nesta quinta, a REDE dá o pontapé inicial no Desafio Nacional, em Brasília. A proposta do desafio é fazer com que a sociedade possa fazer política na prática, propondo a todos os filiados e detentores de cargos metas em comum. A primeira delas, a ser lançada hoje, com a presença dos porta-vozes nacionais Marina Silva e Zé Gustavo, do ex-juiz Marlon Reis, o deputado distrital Chico Leite e o vereador Rafael Kocian, além de outras lideranças convidadas, será uma grande mobilização para vereadores da REDE e cidadãos possam apresentar projetos de lei para implantar a Ficha Limpa em seus municípios – proibindo que as administrações municipais possam nomear pessoas que tenham no currículo condenações judiciais em segunda instância.

Para o ex-juiz Marlon Reis, autor da Lei da Filha Limpa, ao estender a lei para os cargos de confiança das administrações municipais, faz com que os ocupantes dos cargos públicos sejam, de fato, compatíveis com suas posições. “A ideia, em si, da Ficha Limpa, traz um valor que é muito caro para a sociedade e muito nobre, que é a ideia que os cargos, sejam eletivos ou por nomeações precisam ser preenchidos por pessoas que tenham uma biografia compatível com a sua posição”, avalia. “A Ficha traz a garantia da nobreza da atividade política”, finaliza.

Todos os detalhes sobre como participar e fazer parte das mudanças propostas pelo Desafio Nacional serão apresentadas hoje, às 19h, durante o bate-papo entre os porta-vozes e convidados. O evento terá transmissão online – o link será divulgado na página da REDE no Facebook. Mais informações na página do Desafio Nacional.