Brasília - Randolfe Rodrigues durante sessão do Conselho de Ética do Senado para analisar o recurso contra o arquivamento do pedido de abertura de processo de cassação de Aécio Neves (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

“Conclusão da PF é o que todos já imaginavam: Michel Temer e a cúpula do PMDB são uma quadrilha que usa o poder para assaltar o país”, diz Randolfe

Rede Sustentabilidade 13 de setembro de 2017

O senador Randolfe Rodrigues comentou ontem as notícias sobre a conclusão da investigação da Polícia Federal que culminou em um novo inquérito contra o presidente Michel Temer e membros da cúpula do PMDB. “A Polícia Federal concluiu um inquérito que revela o que todo mundo já imaginava: Michel Temer e a cúpula do PMDB são, na verdade, uma quadrilha que usa o poder para assaltar o país”, disse o senador.

A investigação da PF, concluída na segunda, dia 11, aponta prática de crimes por membros da cúpula do partido na Câmara, que mantinham uma estrutura organizacional para obter vantagens indevidas em órgãos da administração pública.

De acordo com o inquérito – autorizado no Supremo Tribunal Federal pelo ministro Luís Roberto Barroso – indica que o grupo agia por meio de crimes como corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, fraude em licitação e evasão de divisas.

Segundo a PF, entre os envolvidos no esquema estão Michel Temer, os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, e da Casa Civil, Eliseu Padilha, além do ex-ministro Geddel Vieira Lima e dos ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Alves.