site4-99

Randolfe protocola pedido de impeachment contra Michel Temer

#Rede 18 de abril de 2018

O Senador Randolfe Rodrigues e dirigentes da REDE apresentaram hoje (18), às 15h, junto à Presidência da Câmara dos Deputados, um novo pedido de impeachment contra o Presidente Michel Temer, por crime de responsabilidade de violação à probidade e ao decoro (com fundamento nos artigos art. 85, V, da Constituição Federal, bem como no art. 9º, item 7, da Lei nº 1.079/50).

A denúncia popular tem como base as suspeitas de que doações de caixa 2 da JBS tenham financiado reforma na casa de Maristela Temer, filha do Presidente, em 2014, orçada em aproximadamente R$ 1 milhão. A suspeita foi reforçada após reportagens da Folha de São Paulo e do Jornal Nacional terem apurado que fornecedores da obra receberam altas quantias em espécie, não registradas por transações bancárias.

site4-77

Pesam ainda contra Temer vários indícios coletados em busca e apreensão realizadas durante a Operação Patmos, em 18 de maio de 2017, como recibos, projetos e orçamentos da reforma de Maristela na sede da Argeplan, que a Polícia Federal suspeita ser receptora de vantagens indevidas e de propriedade do Coronel Lima, já denunciado na investigação do “quadrilhão do PMDB”.

Embora os atos sejam anteriores ao mandato presidencial e, portanto, acobertados pela imunidade temporária constitucional, Temer respondeu a questionário da Polícia Federal, em janeiro desse ano, que jamais recebeu valores de caixa 2 ou realizou transações financeiras com o Coronel Lima. Confirmadas as denúncias, o presidente terá mentido no exercício do mandato, não estando a salvo de responder por este ato de quebra de decoro. O ex-deputado Eduardo Cunha também foi cassado por mentir em investigação criminal, em depoimento a uma CPI.

A petição pede a perda do mandato e a suspensão dos direitos políticos de Temer por 8 anos e dependerá de aceitação de Rodrigo Maia, o presidente da Câmara dos deputados.