whatsapp-image-2019-02-06-at-16-20-36-1

Deputada federal Joenia Wapichana recebe primeira comitiva indígena na Câmara

#Rede 6 de fevereiro de 2019

Uma comitiva de lideranças indígenas dos povos Mbya Guarani e Xokleng da Terra Indígena Morro dos Cavalos foi recebida pela deputada federal da REDE Joenia Wapichana (RR), na manhã desta terça-feira (5), no plenário 9º da Câmara dos Deputados.

A comitiva é da comunidade indígena Guarani Mbya e Nhandeva da Terra Indígena Morro dos Cavalos, Santa Catarina, que está em Brasília para o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), agendado para esta quarta-feira (6), às 14h.

O julgamento reivindica o direito da comunidade Gurani Mbya e Nhandeva ser parte do processo de Ação Cível Originária (ACO) 2323. Na ACO, o estado de Santa Catarina pede a nulidade, utilizando-se do argumento do Marco Temporal, da Portaria Declaratória da Terra Indígena Morro dos Cavalos, localizada no município de Palhoça. O processo tem como relator, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Recepcionados pela deputada no térreo do anexo II, a comitiva apresentou um canto tradicional de reza expressando alegria e orgulho pela conquista da primeira deputada federal indígena. “Vamos todos cantar, rezar em uma só união, vamos reverenciar a Nhanderu (Deus) para que ele olhe e proteja seu caminho”, dizia o canto Guarani Mbya.
Como primeira audiência em plenário, Joenia Wapichana reafirmou que o mandato não é só dos povos indígenas de Roraima, mas de outras regiões do Brasil. “Sempre digo que esse mandato é nosso, não só dos povos indígenas de Roraima, mas de outras regiões do Brasil que há mais de 35 anos não tem representatividade no Congresso Nacional”, disse Joenia ao colocar-se à disposição para acompanhar o processo de luta dos povos indígenas do Morro dos Cavalos, principalmente por se tratar de direitos territoriais indígenas.

A liderança da comitiva indígena, Kerexu Yxapyry fez um chamado a deputada para acompanhar o julgamento, não só pela causa da TI Morro dos Cavalos, mas de outros povos indígenas que também encaram a mesma luta pela demarcação de suas terras. “É um chamado que a gente faz, não só para os povos do Morro dos Cavalos, mas para todos os povos de outros territórios indígenas vem passando por esse retrocesso de direito”, apresentou Kerexu.

Com a experiência e vivência de defender direitos territoriais no Supremo Tribunal Federal, entre eles, o julgamento da Terra indígena Raposa Serra do Sol, marco histórico no Brasil, em 2008, Joenia Wapichana reafirmou apoio à causa da TI Morro dos Cavalos. “A presença no Supremo pode trazer a recuperação de um processo já julgado, no caso Raposa Serra do Sol, inclusive garantindo a participação da comunidade dentro de um processo que vai decidir sobre a vida da comunidade e que os direitos sejam resguardados”, reafirmou a deputada sobre o seu posicionamento, compromisso de defender os direitos indígenas no Congresso Nacional.

A deputada irá acompanhar a comitiva de lideranças indígenas, nesta terça, às 14h, no STF, além de um encontro com o ministro Luís Roberto Barroso, às 15h.

É a primeira comitiva indígena recebida pela deputada, um momento histórico para os povos indígenas que, pela primeira, são recebidos por uma representante legítima, no segundo dia de trabalho da Casa legislativa.

Assessoria de imprensa da deputada Federal Joenia Wapichana