O povo Paite Suruí clama por socorro

O povo Paite Suruí clama por socorro

A REDE Sustentabilidade manifesta total consternação com a situação em que se encontra o povo Paite Suruí, da terra indígena 7 de setembro. Há 41 casos de indígenas que já foram infectados pela COVID-19, sendo que 13 indígenas permanecem com o vírus ativo na própria comunidade e quatro seguem internados em estado crítico. Já são centenas de infectadas e infectados nas comunidades indígenas de Rondônia e a resposta do governo federal, como em todo o país, é extremamente inócua.

Historicamente, os povos indígenas no Brasil são constantemente atacados em seus direitos fundamentais e esse quadro se agravou com a pandemia de COVID-19. O direito desses povos à vida, está mais uma vez sob grave risco. 

As reivindicações do povo Paite Suruí são emergenciais e urgentes para evitar um novo genocídio. São elas:

  • Instalação de um Hospital de Campanha com UTI para atender os povos indígenas de Rondônia e Mato Grosso atendidas pelos DSEI Porto Velho e Vilhena;
  • Contratação de mais profissionais de saúde para atenderem nos DSEI e nos postos de saúde indígena dentro das aldeia, com equipamentos e medicamentos necessários para atender os casos de COVID-19; 
  • Teste para ser feito em todos os indígenas, que apresentem os sintomas de Covid-19; 
  • Divulgação diária por povos indígenas junto às suas Associações e comunidades;
  • Criação de um Comitê de Diálogo composto por representantes dos povos indígenas, parceiros (ONGS) e profissionais de saúde. 

Muitas dessas reivindicações já são determinadas pela Lei Federal nº 14.021, de 2020, que criou o Plano Emergencial de Enfrentamento ao COVID-19 nos Povos Indígenas, Comunidades Quilombolas, Pescadores Artesanais, e Povos e Comunidades Tradicionais, relatado na Câmara dos Deputados pela nossa líder, Deputada  Joenia Wapichana (REDE-RR), e no Senado Federal pelo nosso líder, Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP). O que se precisa é que o Governo Federal cumpra a lei. 

A Articulação dos Povos Indígenas no Brasil – APIB – afirma que quase 700 indígenas já perderam suas vidas e ao menos 25.415 foram contaminados pelo novo coronavírus. Pela falta de ação, essas mortes são responsabilidade do Estado Brasileiro. 

A REDE Sustentabilidade seguirá vigilante e combativa aos ataques perpetrados contra os direitos dos povos indígenas no Brasil. As lideranças do partido, bem como a direção e o mandato da Deputada Joenia Wapichana, primeira mulher indígena eleita para o Congresso Nacional, estão acompanhando de perto a situação calamitosa em que se encontra os povos indígenas em Rondônia e em todo o Brasil.

Na pessoa do nosso filiado Almir Suruí, prestamos toda a nossa solidariedade ao povo Paite Suruí.

Brasília-DF, 19 de agosto de 2020,

COMISSÃO EXECUTIVA NACIONAL E ELO ANIMAL

REDE Sustentabilidade

Fechar Menu